4 de mar de 2015

QUE PAÍS É ESSE?

Eu apresento
Do canto seco de São Paulo
Aqui
Meu amigo
É o Brasil
Um país em frangalhos
Despedaçando-se
Como um grande sorvete ao sol
E sabe... ELE já foi mais varonil
Em tempos de outrora
Em que a esperança borbulhava
E a fé em si
O fazia decolar cada vez mais alto e o céu... dominar...

Já foi um ícone entre as nações
Um gigante
Um sonho
Uma promessa
Já foi um esplêndido e destemido titã

Já foi...
Hoje sucumbe
Porque não era verdade
Que seu peito era de aço
E seu tesouro infinito

 Aqui meu amigo...
São as terras de um país traído
Com seu coração (Petrobrás) arrancado do peito
... batendo... implorando... buscando mais um sopro de vida... a Cada dia...

OS ALGOZES não se comoveram
e devolveram o coração ao peito
Sangrando ... partido
Porque o sangue já não esguichava mais
E preferiram mata-lo aos poucos...

Aqui meu amigo... é a terra que se perde... chora... emudece...
mas não desisto de salvá-la...

Porque é minha Pátria amada Brasil!!!