8 de set de 2011

Desencontros, partidas, encontros.




E um grito no meio da multidão
fará você surgir
com um riso tolo
lamentando tanto tempo ausente
O tempo
não deixará
que o encontro permaneça
então os ventos nos envolveram
com perversidade
levando cada um
para um canto solitário
dias vazios
dias eternos
longe daquilo
que nasceu para completar
a alma
a essência
mais o mundo
não enseja
e o senhor do universo
assim o estabelece
seres divinos e perfeitos
não podem nunca se encontrar
vão para a caótica terra
para outras almas salvarem
para outros amores viverem
mesmo pela metade
mesmo sem vontade...

Nenhum comentário: