31 de mai de 2011

Como é grande o meu amor por você...



Não sei como pude viver
tantos anos sem esse amor
Esse que inunda todos os pedacinhos do meu corpo
que me faz rir sem querer
olhando pra qualquer lugar
porque a lembrança daquele riso amado
ecoa no ouvido
como se pertinho estivesse
Não sei como pude passar tanto tempo
Longe...
dessa paz gigante
desse olhar fascinante
do toque mágico...
da certeza do eterno...

Não sei … sinceramente não sei...

Mas o passado...
não existe mais...
Só uma história que passou...
Momentos perdidos... e sem qualquer sentido...

Aos poucos eu sei...
Aos poucos eu sinto...
O porquê de tanto vazio
De tanta ausência de algo insabido...

Era você...
todo tempo você...
que faltava em minha vida...

5 comentários:

Gabriela disse...

Ola muito bom seu blog ja estou seguindo beijinhus da gabi
http://blogandodemadrugada.blogspot.com/

mundo virtual disse...

Olá,um rápida visitinha para conhecer seu maravilho espaço,adorei seu blog.
Um lindo post,nós devemos sempre valorizar o amor que há em nós,nunca devemos deixa-lo morrer,para assim amar as pessoas em toda sua plenitude!!
abçsss!

Giuseppe Pietrini disse...

Seu texto é lindo mas, infelizmente, vc escolheu uma imagem p'ra ilustrá-lo que é mais linda ainda!... Então perdeu força... pena. Não, sério, ambos, o texto e a imagem, são belíssimos. Parabéns. Beijim :)

Robson Luiz disse...

Sútil e tocante.. adorei Régi!!! Parabéns pelo lindo dom que possui!

Lilian disse...

Olá querida amiga,

Achei um encanto o seu blog.
Amo poesias e adorei as suas. Parabéns!! e muito sucesso com seu blog.
Carinhoso e fraternal abraço,
Vovó Lili