22 de nov de 2010

Anjos Lens...

Pelas trilhas da floresta escura a lua o guiava...
E mesmo que o mal estivesse à espreita
Por entre as árvores imensas
Com suas formas pitorescas
Não desistia
Caminhava valente
Com seu corpo cansado
Com sua morte iminente
O amor o impulsionava
Dando-lhe asas
Enchendo seu pobre coração
De gigantesca esperança
Era aquele sentimento
Que o movia
A dor não importava...
O sangue jorrando levando seu resto de vida
Não importava...
Era por ela...
Sua essência
Que tudo valia...
E morrer ao ver seus olhos vivos
Era só o que queria
Apenas
Um ultimo olhar
Um último suspiro
Ao lado de sua metade...
Do seu pedaço desprendido e perdido na selva da saudade...

Um comentário:

Ahtange Ferreira disse...

Apenas um olhar...
Apenas um suspiro ao lado de sua metade....
Lindíssimo, adorei e já te sigo bjos.