17 de jun de 2010

Mais uma

Não vale mais sonhar
Deixar a fantasia dominar
Encher-me de esperanças de sonhos irreais
Não possíveis ...

Os mesmos dramas
Angustias e medos
Será que não vê o que queremos é simples
É um beijo bem dado
Um abraço apertado
Um sorriso longo e só pra gente

Quero apagar este sonho que criei
Esquecer de vez
Qualquer vestígio seu em minha vida
Quero deixar pra trás
Qualquer sorriso teu
Qualquer esperança de te ter de novo aqui

Nenhum comentário: