18 de mai de 2010

Sempre azul!




Eu sou pura poesia e nada mais
Puro pensamento
Pura lembrança
Pura saudade
Sou a mais intensa poesia
Fugaz
Viva
Sagaz
Vazia
Eu sou pura poesia
Com o coração cheio de tédio
Buscando um pouco
Um tanto pequeno
...Que seja...
Daquele amor de novo
Eu sou pura poesia
Cheia de sentimentos
Sedenta por suas lembranças
Rezando para não perdê-las
Sufocadas no peito...
Veja-me
Ouça-me
Estou aqui
Esperando-te
Dias longos
Dias quentes
Dias de inverno
Eu sou pura poesia
Vivendo por um sonho
Vivendo por um desejo
De entorpecer-me de seus beijos
...enlouquecer-me com meus batimentos
desesperados por seu olhar
Azuis ... e intensos...
Como a infinitude do mar...

Nenhum comentário: