23 de abr de 2010

Eterno Amor

Ainda pulsa o coração feito louco ao te vê
Ainda fico com o riso tolo
escancarado nos lábios ao sentir teu olhar
Ainda... fico admirando sua foto num álbum antigo
Ainda... desponta do abismo
...dos esconderijos
...das frestas do meu coração
esse amor de outrora
O tempo denuncia
que tudo se esvai
os minutos sucumbem com as horas
as horas com os dias
E nada te traz
Ainda... bate no peito sem jeito
aquela empolgação gentil
dos nossos momentos pequenos
Ainda.. busco no passado remoto
lembranças dos teus beijos
Mas... o destino teima em te levar pra longe
Eu fico sem me mover
vendo tudo seguindo seus passos
vendo a vida seguir sua rotina
E eu...
Ainda sentindo intensamente...
aquele instante raro... em que me aconchegava em teus braços...
e acreditava... inocentemente...que tudo seria eterno...

Nenhum comentário: