7 de fev de 2010

Às vezes...

Às vezes...
O silêncio ecoa sem sentido
Surgindo de um lugar desconhecido
Dizendo palavras...
Sussurrando história
Procurando a saída
Buscando a voz...para encontrar o motivo
...de tanto abandono
...de tanto vazio....

Triste melancólico....
O silêncio... segue...
caminhando lento... caminhando cabisbaixo
mas ainda persiste...ainda prossegue...

Às vezes...
sentindo os pés arderem... na areia quente...
no dia sem lágrimas...
nas horas sem pausas...

Vagueia com um fio estúpido de esperança....
Contrariando o universo
Contrariando todos que o cerca

Buscando um sopro frio...
Buscando um toque sensível
Buscando uma brisa doce ....de amor...

Às vezes....
torço para que desista...
porque é tão dolorido
vê-lo seguir.....
...por estradas de espinhos...
...gélidas noites....
... ruas sem carinho...
... avenidas desertas

Sempre..............Sozinho........

________________________________________

Nenhum comentário: