23 de jan de 2010

Eu sei!

Fecho os olhos e vejo o azul intenso dos teus
Não consigo parar de sorrir
Não ligo pra quem me vê assim
No meio da rua parada... congestionando a calçada
só curtindo uma lembrança tua

Não ligo para os ranzinzas que esbravejam indignados
e dos famosos certinhos com horários compromissados

Sinto você diante de mim
Vindo de encontro ... com o riso solto e largo nos lábios
Meu coração bate eufórico... e bruscamente se cala...
...ao sentir teu toque sob minha pele...
não quero acordar ...
abrir os olhos no mundo cinza...
quero sentir a brisa do mar...
e teu corpo junto ...louco de desejo com o meu...

Sua respiração bem perto da minha boca...
aproximando-se tão lentamente...
que tudo em mim volta a pulsar loucamente...

Alguém esbarra ferozmente em mim
Balanço e quase caio...abrindo os olhos...

o barulho...as buzinas... os falatórios sem sentido...
as reclamações em demasia....
leva para longe meu momento de paz....
meu encontro perfeito...

Volto a caminhar...
Andando pouco a pouco...olhando o mundo...
sentindo o ar gelado... e respirando fundo...

Eu sei que logo logo ... pra minha vida você... vai voltar...

Nenhum comentário: