27 de jul de 2009

Segurando pelas mãos...

Ahhhh como eu quero fugir...
Desesperadamente do seu sorriso
loucamente do seu abraço quente...
Alucinadamente do seu beijo ardente...

Ahhhh como eu quero distância de andar junto ao teu corpo
sentindo seu cheiro e suas mãos no pescoço

Como eu quero correr pra bem longe...
desse sentimento que cresce...
que adentra o coração sem pedi permissão...

Como eu quero encolher-me e ficar no canto escondida
para que não me encontre...

Como tudo me assusta...
E me faz desejar coisas que não quero de verdade...

Como tenho medo... de sentir no peito...
a certeza desse sentimento recíproco e sincero ...
Como me apavora...
Ter tanta inspiração... ter tantas palavras soltas... frases prontas...
Somente porque lembro de cada instante sentindo com você...
de cada momento vivido ao teu lado...
de cada segundo mágico...

... Onde tudo parece perfeito... e não desejo nada... apenas que o tempo pare...

Eu quero não sentir... mas ele cresce e floresce...
Me engano lutando contra...
E no final não quero que vá embora...

e na briga desses sentimentos...

parece que um vencedor... luta pelo seu espaço ...
derrubando dúvidas... ultrapassando as tristezas...
empurrando as confusões...
enganando as loucuras... e congelando vazias paixões ...

Surge no horizonte...
... pequeno... insistente...

O sublime e iluminado amor ... frágil e valente...

Nenhum comentário: