13 de jun de 2009

PREFIRO

Hoje eu acordei de saco cheio de tudo
Ouvindo piada de tudo que é jeito
Querendo na verdade dizer bem feito
A todo tropeço e defeito

Hoje eu acordei rindo de todos
Zombando dos tolos
A vida é um grande circo
Um picadeiro de aventura
Onde encenamos as falas no ato
Sem tempo de improvisar
Uma diferente reação
Vem o monólogo das palavras próprias
E de imediato
Vem o rosto enrugado
Vem a testa franzida
Não dá pra voltar a cena
Mudar os fatos
A vida é um teatro amador
Daqueles de rua
Não há pausa pra pensar
Não existe retorno da frase berrada
É Tudo ao vivo
É tudo improviso
Sem tempo
Nem oportunidade
De recomeçar
De mudar palavras malditas.... não há chance de volta...

Azar de quem faz a escolha torta!

Nenhum comentário: