13 de jun de 2009

Há tempos

Fiquei tanto tempo submersa há um amor ruim
Daqueles que te corrói por dentro
Te faz sentir pena de si mesmo
Te faz odiar qualquer pensamento
Te faz sempre pensar que a culpa dos vacilos
Dos desacertos
Dos desencontros
Foram seus

Fiquei tanto tempo buscando explicação
Porque nossa louca paixão
Não dava um jeito
Que eu poderia ter mudado tudo
Com uma palavra
Um gesto
Um consolo
Um afago
Um mimo
Ou mesmo deixado de ser eu
Ou pensando como eu penso
Ou percebido os sinais...
Qualquer coisa para que ficássemos juntos
Ao final de uma festa
De uma balada
De uma esquina
Ou ao menos um beijo de despedida
Quando de repente colocava sua mochila nas costas
E desaparecia....
Sem perceber que me deixava ali sozinha

Durante um longo tempo
Uma longa jornada
Você foi meu Sol
Meu perfeito amante
Meu sonho perfeito
Numa casa de sapê
Em algum lugar no interior
Curtindo sertanejo
Cerveja o dia inteiro
E amigos ao redor...

Durante esse tempo
Esqueci quem eu sou
Briguei comigo
Odiei-me por diversas vezes
Culpei-me por seus erros
E como sempre a frase em meu peito
"Ahhh seu eu tivesse feito de outro jeito"

Hoje.......
Lembro pouco
Você se foi
Acordei desse pesadelo
Não existe resquício algum do que aconteceu
Você se dissipou de minha mente
E como num passe de mágica
Hoje sou eu
E sou benquista
E sei o quanto sou especial
Aprendi amar-me

Descobrir que sou realmente única e singular

E assim repentinamente....
Sei onde estou....

Agora caminho serena em paz

Eis que surgiu um verdadeiro amor
Com planos e objetivos
Com desejos e fantasias
Com verdades e magias

No mundo caótico de hoje
Existe sim

Alguém como eu...
Que reflete....
Bonança e alegria de estarmos juntos
De esperar um futuro grande.... um futuro verdadeiro

Amando-me por completa...

Existe sim

Amor singelo, recíproco...amigo....sincero...

nessa terra...

Nenhum comentário: