27 de nov de 2007

O Beijo

Espero ansiosamente por um encontro pequeno
Daqueles mágicos que os lábios mutuamente se encaixam
Espero fielmente por estes olhos azuis a sorrir ao me ver
Adentrar o vale dos sonhos e nele ficar parado e mudo
Sorrindo sem saber e entender o por que
Estar ao lado dizendo palavras quaisquer
Sobre os desejos, anseios, o mundo
Perder-se quando o braço envolver
Quando cheiro da pele prevalecer
Vaga tão meigo o toque dos dedos
Calmamente sobre o rosto
Trazendo um segundo
De um melancólico e devoto sossego
Quero parar e escutar o coração sussurrar
Estes delírios curtos
A emoção narra cada gesto puro
E por esses suspiros de um encontro singular
Paira uma amizade sincera
Que surpreende-se com tal beijo encantado e perfeito...

Nenhum comentário: